A FOLHA DO LITORAL

Guarujá participa de protesto do dia 13 de março em frente ao suposto triplex de Lula


HomePage

 Milhares de pessoas se reuniram em várias cidades da Baixada Santista e do Vale do Ribeira, no litoral de São Paulo, para protestar, neste domingo (13), contra o governo Dilma e contra o ex-presidente da república Luiz Inácio Lula da Silva. Os protestos começaram no início da tarde e encontram mais adesão em Santos e em Guarujá.

Guarujá
Em Guarujá, a manifestação ocorreu em frente a um prédio localizado na praia das Astúrias. Na última quinta-feira (10), o Ministério Público de São Paulo pediu a prisão preventiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e mais seis pessoas na denúnicia  de um triplex no local. A defesa de Lula nega que ele seja proprietário do imóvel.

Dezenas de cartazes contra Dilma e Lula foram colados nas paredes de vidro que separam a rua da entrada do prédio onde fica o triplex. "Estamos cansados de tanta corrupção. O triplex é o maior símbolo de tudo isso. A gente quis se unir porque não compactuamos com ele. Estamos indignados. Também queremos o impeachment da Dilma", disse Sandro Mastellari, um dos organizadores do protesto.

 

A concentração começou por volta das 12h. Os manifestantes começaram a se aglomerar em frente ao prédio, vestindo roupas nas cores verde e amarelo, para pedir a prisão do ex-presidente Lula e a saída imediata da presidente Dilma Rousseff (PT) do poder. Moradores do condomínio 'Solaris', onde fica o triplex, colocaram um boneco 'Pixuleco', retratando Lula como presidiário, em uma das janelas do local.

João Pedro Amorim, representante do movimento Brasil Livre, que pede a saída da presidente Dilma, também acrescenta que o povo brasileiro deve seguir na "luta" por um país mais justo. "Não podemos fechar os olhos e aceitar essa corrupção. Temos que ir para rua", disse. 

 

De acordo com o Coronel Rogério, da Polícia Militar, responsável por organizar a segurança do protesto, os manifestantes estão se expressando sem maiores problemas. "Tudo está bem tranquilo. Geralmente, quando as pessoas de bem se manifestam, não há problemas. Não estão quebrando nada e, por isso, o protesto flui de forma bem tranquila", afirmou. De acordo com a PM, 2.500 pessoas participaram das manifestações. Já os organizadores afirmam que 5 mil manifestantes aderiram ao protesto em Guarujá. A manifestação terminou por volta das 17h.



                 

Comente a Notícia!

Seu nome:

Seu e-mail: (não divulgaremos o seu e-mail)

Seu comentário:


Comentários


Ainda não existem comentários para esta notícia.