A FOLHA DO LITORAL

Há anos, a surfista Liz Clark viaja o mundo em alto mar na companhia de uma gata adotada


HomePage

A solidão que tanto amedronta a maioria das pessoas, é vista por muitos como uma porta para o autoconhecimento.

 

Desfrutar da própria companhia é revigorante e capaz de abrir nossas mentes a possibilidades até então inexploradas quando estamos acompanhados, além da chance de fazer novas amizades e observar o mundo com outros olhos.

A surfista e ambientalista americana Liz Clark, de 35 anos, comprovou tudo isso desbravando o oceano pacífico acompanhada somente de seu barco, apelidado de Swell, que segundo ela, se tornou seu lar flutuante.
Liz, que sempre teve o sonho de se aventurar em viagens marítimas, pediu demissão do trabalho fixo, tirou essa vontade do plano das ideias e resolveu colocá-la em prática. Em 2006, ela deixou a casa na California e seguiu pelo México, América Central, Kiribati e Polinésia completamente sozinha.

Ela conta, em seu site, que a experiência trouxe um crescimento pessoal e muitos insights. Ao todo, ela percorreu 18.000 milhas náuticas (mais de 33.000 quilômetros), vivenciando diversos momentos com pessoas fantásticas, contemplando a natureza e surfando várias ondas.

Durante a viagem, em 2013, Liz conheceu sua mais nova companheira, que romperia a solidão que ela desfrutava até o momento. Uma gata – que ganhou o nome de Amelia, em homenagem a Amelia Earhart – passou a fazer parte da tripulação, sendo carinhosamente chamada de Tropicat.

Desde então, as duas nunca mais se desgrudaram. “Não é comum ver um gato em um barco, mas ela se adaptou a viver assim. Ela aprendeu a confiar que estará segura comigo”, contou Liz ao site BuzzFeed. A gata se diverte ao lado da dona pescando e passeando nas praias.

www.swellvoyage.com/



Por Ana Carolina Prado



     

Comente a Notícia!

Seu nome:

Seu e-mail: (não divulgaremos o seu e-mail)

Seu comentário:


Comentários


Ainda não existem comentários para esta notícia.